Tatuagens

As 4 tatuagens de Christian Pulisic e seus significados

Christian Mate Pulisic é um jogador de futebol profissional americano que joga como atacante pelo Chelsea FC tanto na Premier League quanto na Seleção dos Estados Unidos. Ele começou sua carreira no Borussia Dortmund e depois se mudou para a DFB-Pokal, antes de finalmente ingressar no Chelsea em 2019. Pulisic tem algumas tatuagens bem interessantes no corpo. Vamos dar uma olhada neles e os significados por trás deles.

Christian Pulisic

1. Tatuagem de ‘Águia e Bandeira’

Tatuagem: O braço esquerdo e o ombro do jogador contêm uma tatuagem de uma águia careca americana gigante. A bandeira americana está tatuada atrás da águia e as luzes do estádio também podem ser vistas perto de seu ombro.

Significado: A tatuagem da bandeira americana com a icônica águia careca é uma tatuagem em homenagem a seu país de nascimento, os Estados Unidos da América.

2. Citar tatuagem

Tatuagem: A área de seu braço, logo acima de seu cotovelo esquerdo, contém uma tatuagem de uma citação. A citação diz: “O desejo é o ponto de partida de todas as conquistas, não uma esperança, não um desejo, mas um desejo intenso e pulsante que transcende tudo”

Significado: A citação em seu braço é uma das citações de Napolean Hill, que foi um autor americano.

3. Tatuagem de ‘Escultura e Coroa’

Tatuagem: A parte interna de seu braço esquerdo contém uma tatuagem da escultura de um homem. Há também uma coroa tatuada na parte interna de seu antebraço, junto com os raios de sol emitindo por trás dela. Também há um nome tatuado abaixo da coroa.

Significado: A tatuagem da escultura junto com a coroa em seu antebraço também faz parte de sua tatuagem de homenagem ao seu país.

4. Tatuagem de ‘Tigre e Data’

Tatuagem: O lado do antebraço esquerdo do jogador contém uma tatuagem dos olhos de um tigre. Também há uma data tatuada em torno de seu pulso esquerdo, que é, “XII XIII MMXIII”

Significado: A data em seu pulso representa 13 de dezembro de 2013, data em que Christian marcou um gol e deu uma assistência na vitória sobre o Brasil em um amistoso internacional. Ele tinha apenas 15 anos e foi o MVP da partida. A data marca um dos momentos mais marcantes de sua carreira.